Tratamento da Flacidez corporal

Com o passar dos anos, a pele vai ficando mais fina, em decorrência da redução progressiva da produção de colágeno, a partir dos 40 anos. O aspecto de flacidez pode ser acentuado após gestações e episódios de perda de peso.

Inicialmente, é importante analisar se o indivíduo tem uma dieta equilibrada, com oferta adequada de nutrientes. Em alguns pacientes, pode ser recomendável a suplementação de peptídeos de colágeno, whey protein ou nutracêuticos.

Alguns tratamentos podem melhorar a flacidez corporal. Dentre eles, destacam-se:

Bioestimuladores de Colágeno

A hidroxiapatita de cálcio (Radiesse®) e o ácido poli-l-láctico (Sculptra®) são substâncias injetáveis, que estimulam a produção de colágeno pelos fibroblastos, aumentando a firmeza e melhorando a qualidade da pele. Podem ser usados para tratar a flacidez no pescoço e colo, braços, mãos, abdome, nádegas, coxas e região acima dos joelhos. Costumam ser necessárias 2 a 3 sessões, com intervalos de 30 a 90 dias. O resultado não é percebido imediatamente, uma vez que depende da produção de novo colágeno, sendo observado em torno de 3 – 6 meses e tem durabilidade de até 2 anos, dependendo do produto utilizado.

Radiofrequência

A radiofrequência atua no tratamento da flacidez promovendo contração das fibras de colágeno com efeito imediato de retração, além de aumentar a síntese de colágeno. São realizadas 6 a 12 sessões, com intervalos semanais ou quinzenais, e depois manutenção com sessões mensais.

Ultrassom Microfocado (Ultraformer III®)

O ultrassom microfocado atua no tratamento de flacidez promovendo pontos de coagulação térmica nas camadas mais profundas da pele, estimulando a produção de colágeno. Pode ser usado para tratar a papada, pescoço e colo, abdome, braços, coxas, culotes, e a região ao redor dos joelhos.

×

Powered by WhatsApp Chat

×